Anúncio

Com apoio do Governo do Estado, primeiro dia da Micareta de Feira leva multidão às ruas

O governador Jerônimo Rodrigues participou da coroação do Rei Momo, da Rainha e das princesas, quando foi oficialmente aberta a festa

Teve início nesta quinta-feira (18), o maior carnaval fora de época da Bahia, a Micareta de Feira. A festa, que acontece até domingo (21), reúne milhares de feirenses e turistas em uma festa democrática que já faz parte do calendário dos festejos populares do estado. O governador Jerônimo Rodrigues participou da coroação do Rei Momo, da Rainha e das princesas, quando foi oficialmente aberta a festa; andou pelo circuito, acompanhado de secretários e autoridades, antes de acompanhar, na pipoca, o show de Daniela Mercury, uma das atrações patrocinadas pelo Governo do Estado.

O governador celebrou o início da Micareta e enfatizou o reconhecimento do Estado à contribuição cultural da cidade para a Bahia. “Fizemos um edital Ouro Negro, aqui para Feira, apoiando cantores, artistas e grupos da terra. Nós estamos na abertura do carnaval, que nós organizamos, homenageando um feirense, um artista local, Jorge de Angélica, que tem uma importante contribuição à cultura daqui. A expectativa nossa é que, primeiro, seja um carnaval de paz, de tranquilidade, sem discriminação, e que a gente possa ver as pessoas na rua, se divertindo e curtindo esses próximos quatro dias”, comentou Jerônimo.

Foto: Mateus Pereira/GOVBA

O governador visitou a unidade onde está funcionando o Plantão Integrado dos Direitos Humanos, que começou a funcionar nesta quinta-feira (18), no Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães, e segue até o final da festa. O projeto, coordenado pela Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH), irá acolher e encaminhar denúncias de violações de direitos, fortalecendo o compromisso com a justiça e a dignidade para todos os participantes da festa. 

A iniciativa reúne diversos órgãos públicos e entidades da sociedade civil que atuam conjuntamente para prevenir e intervir em situações que possam ameaçar ou violar os direitos humanos durante os festejos. O serviço também está funcionando em um posto avançado, no meio do circuito Maneca Ferreira, totalmente plotado para facilitar a identificação. 

Foto: Mateus Pereira/GOVBA

Seja presencialmente no local, por WhatsApp, e-mail, Disque 100 ou por meio do canal da Ouvidoria Geral do Estado (OGE), o Plantão está preparado para lidar com casos como racismo, capacitismo, trabalho infantil, LGBTfobia, entre outros, durante os dias da Micareta. 

Além de receber denúncias, o projeto também realiza ações preventivas, como a distribuição de pulseiras de identificação para a comunidade surda, visando qualificar a abordagem policial nos portais de entrada da festa. Desde o ano anterior, crianças e adolescentes já são identificados por meio dessa iniciativa. 

Para o secretário da SJDH, Felipe Freitas, garantir os direitos humanos em eventos como a micareta é essencial para promover um ambiente seguro e inclusivo, em que todos possam desfrutar com alegria e respeito mútuo. “Nosso objetivo é criar uma atmosfera onde cada pessoa se sinta protegida e amparada para celebrar sem medo de violações ou discriminações. É um compromisso com a justiça e a dignidade, que protege não apenas os direitos individuais, mas também cria uma cultura de paz e cidadania.”

Outras ações

O governo está implementando diversas ações e investimentos para garantir a segurança, saúde e bem-estar dos participantes da Micareta de Feira de Santana. “A gente se preparou para poder receber as atrações, os comerciantes, para que a gente possa fortalecer a economia durante esses dias, nós do Estado nos preparamos para isso, com as atrações, com a segurança pública, com a saúde, com uma agenda de direitos humanos, então nós estamos prontos para essa festa”, concluiu o governador.

Foto: Mateus Pereira/GOVBA

Na área de inteligência e tecnologia, a contagem de público é realizada pela primeira vez, utilizando reconhecimento facial e rádios Tetra para comunicação eficiente das equipes de segurança em tempo real. “O maior investimento da história, da segurança pública na Micareta: serão 10 milhões e meio de reais investidos, não só no policiamento mas em toda a infraestrutura que a gente traz para a operação desse ano. Trouxemos para cá o Centro Integrado de Inteligência, onde todos os policiais de inteligência trabalham para nortear o policiamento que estará na rua. Deixamos sempre a propaganda, uma mensagem para que todos venham na paz, venham de boa!”, convidou o secretário de Segurança Pública Marcelo Werner.

Foto: Mateus Pereira/GOVBA

O dentista Henrique de Sá, foi com a família acompanhar a abertura da Micareta e aprovou a organização da segurança. “Estou realmente impressionado com a organização e a energia desta festa. É maravilhoso ver tanta diversidade de atrações e sentir que tudo está ocorrendo de forma segura, com policiamento e câmeras por todos os lados. A cidade está pulsando de alegria e tranquilidade”.

Na saúde, a assistência contará com 470 plantões na rede estadual, contando vigilância, fiscalização e administrativo, um número 104% a maior que em 2023. Também está garantido o atendimento para testagem rápida para ISTs e distribuição de preservativos, enquanto a Hemoba promove campanhas para doação de sangue. Ações de turismo visam garantir o conforto dos visitantes, com regulação de serviços e atendimento ao turista, incluindo pesquisas sobre o perfil dos visitantes.

A Secretaria de Políticas Para as Mulheres (SPM) reforça a proteção e igualdade de gênero durante a folia, com atendimento multidisciplinar e campanhas de sensibilização. O Detran e outras instituições realizam operações e fiscalizações para garantir a segurança viária e prevenir acidentes. A igualdade racial também é priorizada, com atendimento especializado e unidades móveis para combater o racismo e a intolerância religiosa. Por fim, a Embasa contribui com doações de água e serviços de limpeza preventiva na rede de esgoto para garantir a hidratação e a higiene durante o evento.

Foto: Mateus Pereira/GOVBA

Além das áreas mencionadas, destaca-se a preocupação com a sustentabilidade, onde uma ação conjunta entre secretarias estaduais promove a Micareta Sustentável e Solidária, visando fortalecer empreendimentos da cadeia produtiva de reciclagem de resíduos sólidos. Essa iniciativa não apenas promove a consciência ambiental, mas também proporciona melhores condições de trabalho e renda para os catadores de materiais recicláveis. 

Ainda, é importante ressaltar as diversas manifestações culturais do maior carnaval fora de época do Brasil, com o projeto “Micareta da Diversidade”, que busca integrar e divulgar os trabalhos artísticos da cidade, estimulando a participação de diferentes grupos étnicos e culturais na festa.

Fonte: Tácio Santos

Próxima postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *