Filhos de Gandhy mantém viva a representatividade da música de matriz africana na Micareta

A agitação começou logo cedo quando o famoso tapete de cor branca e azul, vestindo o traje que é marca registrada com turbante branco, fitas e colares, levou alegria para o Circuito Maneca Ferreira.

Com canções que são hinos de paz que representam a energia da música de matriz africana, os Filhos de Gandhy deram um verdadeiro show na manhã desta sexta (21) na Micareta de Feira.

A agitação começou logo cedo quando o famoso tapete de cor branca e azul, vestindo o traje que é marca registrada com turbante branco, fitas e colares, levou alegria para o Circuito Maneca Ferreira.

O calor não foi nenhum empecilho diante da saudade que emocionou os foliões. Mais do que um bloco, o que se viu nas ruas foram verdadeiras demonstrações de amor, amizade e respeito ao afoxé criado em 1949 por estivadores portuários baianos, inspirados pela trajetória de Mahatma Gandhi.

Para quem estava de fora das cordas, o sentimento ao ver os Filhos de Gandhy era considerado um momento especial, seja o folião baiano ou turista que vieram pular na Micareta de Feira.

O advogado Lucas Cardoso, veio de Salvador para manter a tradição do desfile dos Filhos de Gandhy na Princesinha do Sertão. “Aqui é lugar de paz e harmonia onde nosso bloco é sempre bem-vindo e representado”.

Fonte: Secom Feira de Santana

Próxima postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Navegue por categoria

Navegue por Tags