Anúncio

Tito Pereira e Borega estreiam duo de MPB Jazz em Feira de Santana

O show vai além da boa execução musical, pois pretende evocar, além de clássicos brasileiros, a obra dos seus genitores. 

Feira de Santana é palco, esta semana, de um encontro inédito entre dois feirenses com trajetórias coincidentes na música: um duo com o pianista Tito Pereira e o violonista Borega.

O show vai além da boa execução musical, pois pretende evocar, além de clássicos brasileiros, a obra dos seus genitores. Tito Pereira é filho do poeta e compositor Roberval Pereyr; e Borega, filho do compositor e artista plástico Giberval Melo (in memoriam) – ambos radicados, desde os anos 60, em Feira de Santana, local que os acolheu e de onde brotou a essência dos seus processos artísticos.

Além de canções dos pais e deles próprios, Borega e Tito Pereira apresentam um programa que privilegia a MPB e o Jazz, o canto e o improviso, em duas apresentações na cidade: quinta-feira (4), 20h, no Jeca Total (Avenida Santo Antônio, 890, Ponto Central); e sexta-feira (5), 20h, no restaurante Mostarda (Rua José Domingos Servo, 20, SIM).

O repertório inclui canções de Tom Jobim, Luiz Gonzaga, Gilberto Gil, Djavan, Caetano Veloso, João Donato, Edu Lobo, Toninho Horta, entre outros, interpretado sempre com espaços generosos para improviso de piano e violão. 

BIOGRAFIA – Tito Pereira é pianista e compositor, licenciando em Música pela Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), com mestrado em andamento na Escola de Música da Universidade Federal da Bahia (Ufba). Liderou o Ânima Trio, grupo que aliava música instrumental a composições autorais cantadas por ele.

Com um álbum solo lançado, intitulado Alegria, foi um dos idealizadores da Jam na Cuca, evento que costumava ser realizado nos finais de tarde dos domingos, no teatro de arena do Centro Universitário de Cultura e Arte.

Ele também já esteve à frente da curadoria das atrações instrumentais do Festival Literário e Cultural de Feira de Santana (Flifs). Foi numa dessas edições, em 2012, quando o evento ainda se chamava Feira do Livro, que convidou Borega para trazer seu grupo musical, o Matita Perê. E a afinidade musical entre os dois começou.

MULTIARTISTA – Borega é o pseudônimo do jornalista Alexandre Requião Melo, quando assina charges, ilustrações, pinturas, canções, arranjos, trilhas sonoras e jingles.

Como músico, atua como arranjador e compositor do Matita Perê. Em 2016, ganhou o prêmio de melhor música instrumental do Festival da Educadora FM, com a composição Baião Bachiado, que faz parte do CD Reino dos Encourados.

Cartunista há 28 anos, com dois livros publicados, Borega também produz, semanalmente, uma charge para o jornal Tribuna Feirense e para o site Bahia Notícias, desde a inauguração dos dois veículos.

SERVIÇO:

Shows de Tito Pereira e Borega  

Quinta (04/04), 20h, no Jeca Total (Av. Santo Antônio – Ponto Central)

Sexta (05/04), 20h, no restaurante Mostarda – Unidade SIM (Rua José Domingos Servo, 20 – bairro SIM)  

Fonte: Assessoria de Comunicação

Próxima postagem