Anúncio

Fundação Abrinq alerta sobre trabalho infantil no carnaval

De acordo com a Fundação, o carnaval, por ser um momento de aglomeração de pessoas é uma ocasião em que crianças e adolescentes ficam mais vulneráveis

Neste período de Carnaval que traz alegria e folia, a fundação Abrinq faz um alerta para que a população fique atenta, não normalize o trabalho infantil e denuncie situações que violem os direitos das crianças e adolescentes.

De acordo com a Fundação, o carnaval, por ser um momento de aglomeração de pessoas é uma ocasião em que crianças e adolescentes ficam mais vulneráveis, por exemplo, quando eles são chamados para diversos trabalhos para ajudar as famílias, conforme explicou Michelly Antunes, líder de programas e projetos sociais da fundação Abrinq.

Michelly falou ainda que o trabalho infantil traz riscos à integridade das crianças podendo trazer danos irreversíveis à saúde delas.

De acordo com o IBGE de 2019, mais de 1,7 milhão de crianças e adolescentes estavam em situação de trabalho infantil. Destes, mais de 700 mil estavam na lista das piores formas de trabalho infantil. 

Lembramos que de acordo com a legislação, nenhum menor de 16 anos deve trabalhar, exceto como aprendiz a partir dos 14 anos. A orientação para quem presenciar trabalho infantil é denunciar por meio do Disque 100 ou pelo Aplicativo Proteja Brasil, desenvolvido pela Unicef e Ministério dos Direitos Humanos.

Fonte Rádioagencia Nacional

Próxima postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Navegue por categoria

Navegue por Tags