Anúncio

Funcionários do Samu denunciam más condições de trabalho em Feira de Santana; MPT realiza audiência

Durante a audiência foram feitos relatos de problemas na oferta de insumos e condições de segurança, principalmente no que se refere ao estado de conservação dos veículos.

Após relatos de falta de condições adequadas para os profissionais que atuam no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Feira de Santana, o Ministério Público do Trabalho (MPT) realizou, na última sexta-feira (12), a primeira audiência de mediação.

Durante a ação, realizada na sede do MPT, foram feitos relatos de problemas na oferta de insumos e condições de segurança, principalmente no que se refere ao estado de conservação dos veículos. Tanto a prefeitura quanto os sindicatos dos Enfermeiros e dos Médicos relataram ter conhecimento de denúncias relativas a essas questões. 

De acordo com o Ministério Público, informações chegaram a circular nas redes sociais nos últimos dias de que as atividades seriam paralisadas durante a Micareta de Feira; no entanto, as duas entidades negaram ter intenção de promover paralisações.

O Sindisaúde chegou a ser convidado para a reunião, mas não enviou representante. A procuradora responsável pela mediação, Annelise Leal, decidiu suspender por 30 adias o procedimento para que os dois sindicatos tenham tempo hábil para promover fiscalizações e encaminhar relatórios que possam dar a dimensão da falta de condições dignas de trabalho.

Fonte Metro1

Próxima postagem

Deixe um comentário