Anúncio

CBF não pretende estender datas do Brasileirão para o próximo ano, diz presidente

Ednaldo Rodrigues disse ainda que tomou a decisão de paralisar o Campeonato Brasileiro deste ano por "democracia".

Após confirmar a paralisação da Série A do Campeonato Brasileiro na noite da quarta-feira (15), o presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, afirmou que a competição não deve ser estendida para além de dezembro, mês previsto para a última rodada.

“Não pensamos em estourar. O objetivo é terminar o calendário em 2024. Senão, impacta ainda mais no calendário de 2025, que já está bastante cheio”, disse o presidente da CBF em entrevista ao portal ge.

No próximo ano, ao menos três clubes brasileiros vão disputar o Mundial de Clubes da Fifa nos EUA entre junho e julho. Esse número pode subir a quatro se Grêmio, Botafogo, São Paulo ou Atlético-MG conquistarem a Libertadores deste ano.

Ednaldo Rodrigues disse ainda que tomou a decisão de paralisar o Campeonato Brasileiro deste ano por “democracia”. A CBF ouviu os 20 clubes da Série A e 15 deles decidiram parar. Outros cinco não responderam.

Ainda segundo Ednaldo, a decisão de paralisar temporariamente o Brasileirão foi motivada pela “democracia”. 15 dos 20 clubes da Série A se manifestaram a favor da paralisação em razão das enchentes que assolam o Rio Grande do Sul.

“É a democracia. Temos que trabalhar ouvindo todos os clubes, todas as federações estaduais. Agora, neste contexto, a CBF vai fazer uma engenharia criteriosa para que possamos amenizar a sobrecarga de jogos para os clubes”, afirmou.

“Vamos fazer tudo o que for possível para não trazer nenhuma consequência maior para os clubes. O objetivo é que tenham rendimento técnico para representar bem nosso país nas competições internacionais”, concluiu.

Fonte BNews

Próxima postagem

Deixe um comentário